VEJA MULHERES – 5 Filmes dirigidos por mulheres para ver em julho

0

Shiva Baby

(2021) EUA

Direção: Emma Seligman

Em Shiva Baby, Danielle (Rachel Sennott) é uma jovem bissexual ainda indecisa sobre sua carreira profissional. Ela se sente pressionada pelos pais a tomar um rumo na vida e encontra maneiras alternativas de ganhar dinheiro. Quando vai a um funeral junto de sua família, ela passa por vários momentos constrangedores. A situação começa a se complicar ainda mais quando, no mesmo local, aparecem sua ex-namorada e seu sugar daddy, deixando a jovem sem saber o que fazer.

Disponível: MUBI


Never Goin’ Back

(2018) EUA

Direção: Augustine Frizzell

Jessie (Camila Morrone) e Angela (Maia Mitchell), melhores amigas que desistiram do colégio, decidem tirar uma semana para relaxar na praia. Nesse meio tempo, a casa delas é roubada, o aluguel está atrasado, estão sem dinheiro e prestes a serem demitidas. Agora elas devem evitar o despejo, ficar longe da prisão e chegar à praia, não importa o que aconteça.

Disponível:


Bling Ring: A Gang de Hollywood

(The Bling Ring, 2013) EUA

Direção: Sofia Coppola

Nicki (Emma Watson), Marc (Israel Broussard), Rebecca (Katie Chang). Sam (Taissa Farmiga) e Chloe (Claire Julian), entre outros jovens de Los Angeles têm em comum uma vida meio vazia, de pais ausentes, como Laurie (Leslie Mann), mãe de Nicki, que não tem a menor noção do que as filhas estão fazendo nas ruas, durante o dia e, pior, durante a noite. Fascinados pelo mundo glamuroso das celebridades das revistas, como Paris Hilton, e artistas como Kirsten Dunst, o grupo começa a fazer pequenos assaltos na casa dessas pessoas, quando descobrem que entrar nas residências deles não é nada difícil. Cada vez mais empolgados com “os ganhos”, o volume dos saques desperta a atenção das autoridades, que decidem dar um basta nos crimes dessa garotada sem limites. Baseado em fatos reais.

Disponível: Amazon Prime Video; HBO Max


Aos Treze

(Thirteen, 2003) EUA

Direção: Catherine Hardwicke

Tracy (Evan Rachel Wood) é uma adolescente inteligente e uma aluna brilhante. Um dia ela se torna amiga de Evie (Nikki Reed), a garota mais popular da escola. Esta a apresenta ao submundo do sexo, das drogas e da mutilação, o que cria uma nova Tracy e a coloca em conflito com seus colegas, professores e, principalmente, com sua mãe (Holly Hunter).

Disponível:


Bang Gang (Uma História de Amor Moderna)

(Bang Gang (Une Histoire D’amour Moderne), 2016) França

Direção: Eva Husson

Um grupo de amigos adolescentes mora em uma pequena cidade da França. Eles vivem uma típica vida de adolescente, que busca lidar com questões do dia-a-dia, querendo entender melhor sobre amor e sexo. Até que certo dia, em uma festa, eles começam um jogo: verdade ou desafio. Com direito a muita cerveja e drogas, eis que surge a revolução “Bang Gang”. Mas o que aparentemente surge como uma maneira de lidar com o tédio, as tensas relações familiares e liberdade, rapidamente vira um problema.

Disponível:


VEJA TAMBÉM

VEJA MULHERES – 5 Filmes dirigidos por mulheres para ver em junho

VEJA MULHERES – 5 Filmes dirigidos por mulheres para ver em maio